sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Até esse dia odiava coca-cola


Morrendo de tesão - Quero um macho para me foder sem pagar?

Ai, que tesão!
Esses últimos dias não caibo em mim de tesão e resolvi abrir um concurso para escolher quem será o macho que terá a honra de me comer grátis até que eu me canse.
Os requisitos são:


  1. Disponibilidade de horário ( Tem que estar disponível sempre que eu desejar, ainda que tenhamos um horário definido previamente, não poderei esperar mais que 24h quando chamar.
  2. Ser bom de cama, meter muito bem ( Isso quem define sou eu, não existe uma formula, tenho que provar)
  3. Ter uma rola-delícia (Não necessariamente grande ou grossa, mas muito, muito dura)
  4. Gostar de meter comigo na frente de outros machos
  5. Ser extremamente criativo (Odeia fazer sempre as mesmas coisas)
  6. Que não tenha nenhum tipo de tabu ou preconceito
  7. Que toque na minha boceta como se fosse a de uma menina, com muita delicadeza.
Para participar entrem em contato pelo WhatsApp 11 99787-0904

Claro que para participar a primeira foda terá que ser paga, mas se você preenche os requisitos e manda bem na cama, vale a pena arriscar



SOMENTE PARA HOMENS QUE REALMENTE ME IDOLATREM, NÃO VOU DAR PARA QUALQUER UM SEM COBRAR

Aguardo as propostas, dependendo da rola posso fazer desconto se achar que valerá a pena, consultem.

Feliz Ano Novo!!!

Feliz 2018! anode esperanças ainda mais renovadas que todos os outros. Quantas vezes ouvimos "Espero que 2017 termine logo", terminou Graças a Deus e um novo ano se inicia com novas oportunidades.
Quero muita rola esse ano.
Tenho muitas histórias para contar, espero ter tempo.
Muitos beijos a todos.
Amo muito vocês!
 

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Consequências inesperadas (Completo)

Olá meus amores,este relato escrevo especialmente para você que me segue diariamente, que está sempre querendo saber, não somente das minhas transas,mas principalmente de mim mesma. Que se preocupa comigo e que, ás vezes, me manda alguma mensagem de bom-dia, ou alguma bela mensagem para animar ainda mais meu dia. 
Tenho alguns amigos bem especiais nesse sentido. Graças a Deus são muitos, alguns já tive, literalmente, o prazer de conhecer, outros me mandam mensagem ou ligam apenas para dizer que me desejam ótimo dia. Também adoro receber as fotos e vídeos dos animais. Todos são muito queridos para mim, os vídeos dos galinhos tão lindos e majestosos, ou meu amigo Paçoca chamando Mirella são visualizados sempre com muito carinho. Os cavalos, cachorros, todos muito amados. 
Também não posso me esquecer desse grande músico amigo que me mandou meu nome escrito em notas musicais. Meu carinho eterno, querido amigo. Tarado! 
Impossível olvidar meu grande amigo Robertinho que me mantem abastecida de toda classe de mantimentos do nordeste, desde a farinha de mandioca com goma bem fininha que tanto amo, até a rapadura, não esquecendo carne seca, biscoitos entre tantas outras delícias. 
O namoradinho Jr. que, mesmo sendo extremamente exigente está sempre me presenteando com sapatos, lingeries, hidratantes, bombons e tantas outras coisas que não cabe. 
Meu delicioso gatinho safado, alucinado por Luiza Possi e por um belo rabo de loira platinada. que me presenteia constantemente com hidratantes deliciosos que deixam minha pele ainda mais suave e sedosa. Além da comidinha para meus gatinhos lindos. Você sabe que te adoro.
E como não lembrar de meu paizão, que sabe como poucos apagar meu fogo. Na última vez que te liguei, e que soube que não poderia te encontrar estava com um fogo louco na xana, queria acabar-me nos seus dedos e língua daquele modo delicioso quase sem tocar, suave, molhado que me toca e me vuelves loca . Se houvesse te encontrado naquele dia, com certeza não teria necessidade de dar de graça, mas, infelizmente, não podemos ter sempre o que queremos, você realmente não poderia vir, por isso nem comentei. 
Na verdade nem deveria cita-lo porque sei o quanto você é ciumento e odeia meus relatos, mas como sei que mesmo assim você lê, fica a lembrança. Mas como ele seria o único que poderia ter evitado que caísse nessa cilada, creio que deve ser citado também. 
Creio que vocês que me seguem tão de perto tem o direito de saber as consequências de meus atos. 
Esse negócio de dar somente para receber rola me deixou um pouco louca. Talvez muito. A verdade é que estou especialmente vagabunda. Sei que isso não é novidade, mas agora creio que estou exagerando. Acredito que isso de que os Quarenta seja a idade da loba, seja verdade, estou especialmente vadia atualmente, tanto que minhas amigas estão rindo muito com minha nova situação, até porque, como sempre fui contra Puta que mete de graça, acho concorrência desleal, para dar de graça já estão as vagabundas que se creem decentes, embora, no final das contas, sai mais caro. 
Tampouco posso dizer que foi realmente grátis porque depois do relato, muitos clientes mais espertos estão aproveitando para foder uma puta de verdade e cheia de tesão, logo, não foi em vão. 
Acredito que deixar de ter a obrigação de agradar, ainda que seja um único homem, me deixou mais livre. Tenho meu marido, mas com ele já é comum. Diário e com amor, então não é tão raro como chamar um macho para me foder, sair sem receber e ainda achar gostoso.
Todos os machos que me foderam nestes últimos dias teria o direito a um relato, mas a correria foi tão grande que não houve tempo. Precisaria cobrar mais caro para poder ter tempo de escrever todos os relatos, mas com a crise do país, estou mantendo o mesmo preço a muito tempo, portanto já aproveito para avisar aos clientes que no ano que vem haverá um reajuste no valor do programa básico de R$250,00 para R$300,00 por uma hora. Programa hard, bebendo porra, inversão com beijo-grego profundo, chuva dourada, entre outros passarei a cobrar R$350,00. Cobrarei esse valor sobretudo porque sei que nenhuma Esse valor será praticado a partir de Janeiro. Também porque já estou com 41 anos, não tenho mais a mesma energia e tesão, então preciso guardar minhas energias para clientes que realmente saibam extrair o melhor de mim, tudo na putaria tem um preço e acredito que este seja razoável. Claro que para clientes já conhecidos e frequentes posso abrir uma exceção no inicio.
Também preciso de tempo para escrever, não tenho tempo para nada atualmente, espero que vocês compreendam.
Também quero cobrar algo mais caro porque quero ter tempo e energia para agradar meu corpo. Quase não o tenho mimado e cuidado como ele merece pelos prazeres que me proporcionam.


Na noite anterior ao relato, contei ao Javi que havia chamado o macho para me foder, ele ficou louco de tesão e na manhã seguinte, sexta-feira estávamos no flat e metemos bem gostoso pela manhã, comigo sussurrando ao seu ouvido todas as putarias que fiz com o macho roludo. Gozei várias vezes, sobretudo quando lhe contava como achava delicioso aquele pauzão socado na minha buceta pingando. Ele me encheu de porra de quatro como um bom corno. Delicioso.
Queria marcar com o comedor para me foder bem gostoso com o Javi no sábado,mas os compromissos nos impediam de encontra-lo.
Essa nova experiência me fez ver que também tenho o direito de meter com quem quiser pelo simples prazer da rola. Com meu marido há amor e muda a sensação. Quero dar para desconhecidos, criar novas situações. 
Como nesta sexta-feira, marquei com um cliente putão, putão, creio que o mais vadio que conheço, em um motel bem podreira, horrível, limpo mas horrível. Ele gosta de marcar aí para ficar de quatro na garagem para que todos o vejam tomando no cu bem gostoso. Adoro ficar pelada com a pica na cintura socando rola no cu dele sem dó.
Ele sempre pede para levar um macho a mais e quando entrei no Uber notei que  a ocasião era perfeita. Um belo exemplar de macho negro,baiano, alto e muito simpático. Estava vestida com um tubinho tomara-que-caia preto curtinho, cinto dourado de cobra na cintura, sapatos de salto-alto peep-toe vermelhos, sobretudo vermelho, loira, linda e estonteante. Sentia-me especialmente sexy, sexta-feira, dia de pecado. Estava com um fogo enorme. 
No caminho resolvi puxar assunto com o motorista para ver se conseguia fisga-lo.
Comecei perguntando qual horário costumava trabalhar, se a mulher dele não ficava preocupada, ele respondeu que preferia a noite e que a mulher já estava acostumada, que no começo do casamento dava muito trabalho, mas que agora havia parado. Disse que bebia muito. 
Perguntei se dava trabalho com mulheres também.
_Já dei muito quando bebia,agora parei.
_Que bom, né, ou que pena. Você é bem bonitão.
_Que nada, sou feio, é que está escuro, disse ele.
_Quanto mais escuro mais gostoso. respondi
Silêncio.
Ainda mais atrevida e insinuante esclareci:
_Amor, serei sincera, não deveria te fazer essa proposta, mas sou acompanhante e preciso de um macho para mamar na frente do cliente. Você toparia?
Novo silêncio. 
_Desculpe dona, mas não vou aceitar. 
E com essas palavras minhas chances de meter com aquele delicioso acabaram. 
Estávamos quase chegando, quando fui descer e notei que o pobrezinho não parava de olhar.
Quando entrei no motel, chamei o recepcionista para meter conosco, ele disse que não poderia porque estava trabalhando.
Entrei na suite e o safado estava de cuzão para cima, caí de língua e lambi bem gostoso.
O telefone tocou, era um outro cliente que havia marcado para me dar porra na boquinha para levar para o corninho.

Saí peladinha do quarto, alguns carros estavam entrando e saindo do motel que me viram peladinha, só de fio-dental e salto alto. 
Ele já me recebeu na garagem, já com um delicioso abraço que me envolveu inteirinha e me beijou muito gostoso. Entreguei-me aquele macho gostoso sabendo que gozaria como cadela no cio.


Quando entrei na suíte ao lado, o macho comedor já estava me esperando com tanto tesão que nossos corpos se aproximaram com um magnetismo tão intenso que parecíamos predestinados a estar ali naquele momento. Nossos lábios se encontraram em um beijo louco e molhado, suas mãos me tocarem todo o corpo, parecia que aquele macho delicioso estava com fome de puta, me devorava com tanta intensidade que queria entregar-me completamente sabendo que voltaria de pernas bambas para o corno.
Quando suas mãos alcançaram minha boceta, meu corpo tremeu e gemi como cadela, estava quase gozando somente com aqueles deliciosos dedos em minha boceta, quando ele passou a mamar bem gostoso, como resistir? gozei gritando como cadela molhando minhas pernas com meus fluidos.
O macho se encheu ainda mais de tesão e resolveu acabar comigo naquele dia.
Sua boca ávida de prazer percorreu todo meu corpo, levando me a um estado de tesão surreal, as cores brilhavam, o corpo se contorcia, prazeres intensos provocados por suaves lambidas em minha pele eriçada, voltando parou em minha boceta molhada e me chupou a xana por um longo tempo.
Não sei precisar quanto tempo esteve chupando minha boceta, nem quantas vezes gozei, mas lembro-me de cada detalhe daquela noite, sua língua habilidosa sabe exatamente como levar-me ao delírio, gozei novamente inúmeras vezes. Ele lambeu bem gostoso meu cuzinho que piscava de tesão com cada linguada.
Quando já estava exausta de tanto gozar caí de boca na rola-delícia e mamei gostoso, chupava as bolas enquanto punhetava a vara dura, lambi o saco bem gostoso e depois subi até a ponta da vara que já estava toda babadinha e lambi bem gostoso, colocava a rola toda na boca sentindo a vara na garganta, deixava a saliva escorrer na rola e mamei bem gostoso, querendo retribuir a cada orgasmo que tive. Caprichei tanto que não demorou muito para ter a boquinha inundada de leitinho quentinho. 
Saí do quarto peladinha, só de salto alto e com a boca cheia de porra, entrei na outra garagem e quando entrei na suíte, o corno ainda estava com a rolona atolada no cu, beijei o corno transferindo todo leitinho para sua boquinha gulosa. Ele bebeu tudinho! Não desperdiçou nem uma gotinha. 
Voltei pelada para me despedir do comedor e assim que ele saiu voltei para arregaçar o corno.
Entrei e o vagabundo ainda estava com a torra atolada no cu, meti ainda mais fundo e aproveitei que ele é tão puta como eu para extravasar todo tesão que ainda restava. Coloquei o macho de cuzão para cima e fodi bem gostoso, pedimos uma bebida e deixamos a porta do quarto aberta, quando a camareira entrou e viu arregalou os lindos olhos assustada, eu estava com vara gigante socando no cu do vagabundo, ele de quatro bem safadão rebolando como uma cadela no cio. Saiu quase correndo. Então ele chupou minha xana super-melada e deixou-a limpinha, lambeu gostoso o cuzinho, meteu a mão na minha xana, começou devagarinho e pouco-a-pouco estava com a mão na minha xana chupando muito suavemente o grelo, gozei gritando de tesão.
Seguimos metendo e fodendo por muito tempo, gozei muitas vezes, terminou meu tempo e o macho ainda estava com o caralhão socado, subindo e descendo da vara como uma puta.

Postagem em destaque

Rebolando de quatro

Clique aqui e veja o vídeo